quarta-feira, 19 de novembro de 2014

ESPORTE






Alguns anos atrás, tínhamos nos jogos abertos, talvez a principal e mais esperada competição e evento desportivo no estado. Desde as fases micro e regionais , a preparação dos municípios até a  cobertura da imprensa, a competição sempre foi um marco no estado. Com exceção das cidades maiores e que possuem fundação de esportes  com  um poder de investimento maior praticamente em todas as modalidades, os outros municípios se restringem as fases micros ou levam aos jogos apenas aquelas modalidades que não disputam classificatória, como algumas lutas por exemplo. Tenho notado uma crescente prática e o consequente aparecimento de novos valões nas artes marciais , judô, taekendô , karatê, entre outras. Não tenho nenhum tipo de preconceito, pelo contrário, mérito dos profissionais envolvidos que desenvolvem este tipo de atividade.  Tínhamos no futebol e futsal as modalidades que mais surgiam talentos. Os vários campeonatos desenvolvidos durante o ano, movimentavam todas as comunidades. É preciso que se revitalize, e aí falo diretamente com relação a São Francisco, o campeonato municipal nas várias modalidades de quadra. O futebol de campo já amarga um bom tempo sem competições nas categorias menores. Saudade dos tempos em que os campo de futebol nos bairros e o ginásio Valdir Quirino, lotavam durante o ano todo para acompanhar os jogos e os talentos surgindo no futsal e futebol.